20 de janeiro de 2014

RESENHA: CÍRCULO - Mats Strandberg & Sara Bergmark Elfgren (Ed. Intrínseca)



Oi, pessoal!

Minha última leitura de 2013 foi CÍRCULO, lançado pela INTRÍNSECA, e escrito pelos suecos MATS STRANDBERG e SARA BERGMARK ELFGREN.

CírculoCÍRCULO
MATS STRANDBERG e SARA BERGMARK ELFGREN
Editora: INTRÍNSECA                                 
Ano: 2013                  
Nº págs: 416
Gênero: Sobrenatural

SINOPSE: Minoo sempre foi a melhor da turma, mas não consegue fazer amigos. Vanessa é a garota mais sexy do colégio e namora um cara bem mais velho. Linnéa tem pai alcoólatra e é malfalada na escola. Rebecka parece ter uma vida de contos de fadas, mas esconde de todos que tem um distúrbio alimentar. Anna-Karin sofre bullying e deseja ser invisível. Ida, apesar de popular, é detestada tanto pelos professores quanto pelos alunos. 
Elas não são amigas nem têm quase nada em comum, exceto o fato de frequentarem o mesmo colégio na cidadezinha sueca de Engelsfors. Quando uma lua vermelho-sangue surge no céu, as seis são atraídas por uma força misteriosa até um parque de diversões abandonado, onde descobrem que são as Escolhidas, um grupo de bruxas ligadas por uma antiga profecia, e que uma força terrível foi libertada. Diante de uma série de suicídios suspeitos, elas precisam se unir e aprender a usar suas habilidades mágicas recém-adquiridas se quiserem sobreviver. Juntas, formam um círculo poderoso, capaz de impedir uma profecia que anuncia o fim do mundo. Separadas, são caçadas por um inimigo misterioso que as persegue dentro e fora da escola.

Quem pensa que só de romance policial vive os suecos se enganou. CÍRCULO veio para mostrar que eles têm o dom da palavra também no gênero do romance sobrenatural.

Acredito que depois de HARRY POTTER houve um crescente fascínio por livros que falam de bruxas; eu, pelo menos, gosto de sempre estar por dentro das novidades relacionadas a essas lindas “criaturas”. Quando soube que CÍRCULO era um livro sobre bruxas, nem quis saber mais nada sobre ele, só queria poder conferir o quanto antes, e assim que chegou fui correndo ler.

Ao iniciar fiquei um pouco receosa, pois como vocês sabem, livros com adolescentes sempre me deixam com um pé atrás, quando percebi que CÍRCULO contava com seis protagonistas adolescentes então... Fiquei com os dois pés atrás e muito medo de continuar a leitura, mas aí lembrei da minha adolescência e do filme JOVENS BRUXAS, que adorava, e pensei: “nada de preconceitos! Se joga na leitura!” E foi exatamente isso que fiz.

Apesar de trazer protagonistas adolescentes, não achei que o livro ficou circundando por esse universo nem que trouxe assuntos supérfluos, pelo contrário, as questões abordadas, a meu ver, são importantes: bullying, distúrbio alimentar, drogas, depressão, etc. E esses pontos foram fundamentais para que eu gostasse imensamente de CÍRCULO, afinal, não ficou falando todo o tempo de magia, misticismo, etc; os autores souberem achar um equilíbrio perfeito entre o sobrenatural e os demais assuntos.

Uma dificuldade que encontrei nesse primeiro volume foi escolher uma protagonista preferida. Sim, sou dessas que PRECISA ter um xodozinho no livro, ainda mais nesse caso que são tantas personagens figurando em primeiro plano. O problema é que todas as personagens são bem trabalhadas, tanto em seus pontos positivos quanto nos negativos, o que tornou impossível eleger um membro “bruxesco” para ocupar um lugar especial para mim. Aliás, os pequenos (ou não tão pequenos) desvios de caracteres das personagens são deliciosos de acompanhar, pois isso as humaniza, não as colocando como um padrão de bruxas adolescentes boazinhas e maduras. Adoro quando autores não utilizam do padrão maniqueísta para definir a personalidade de seus personagens.

Quanto ao enredo, achei fenomenal! CÍRCULO é aquele tipo de livro pensado desde o início para ser uma série, não aquele que fez sucesso e prolongou a história para vender mais, isso é bastante perceptível nesse primeiro volume, que traz várias informações, mas desvenda poucas, apenas o suficiente para conquistar o leitor e manter a curiosidade para as sequências. Achei tudo o que os autores apresentaram bastante curioso e interessante, e não tive aquele sentimento de “copiaram isso de Harry Potter” (sofro disso!, sempre comparo livros de bruxas com HP).

Em relação ao vilão, o culpado pelos assassinatos, pareceu bem óbvio, mas mesmo assim adorável. Houve uma tentativa de despistar, de fazer com que não enxergássemos o sujeito, mas alguns pontos tornaram óbvio quem estava por trás dos crimes (ou então achei óbvio porque leio muitos policiais), mas, mesmo desvendando o assassino, CÍRCULO não deixou a peteca cair, continuou sendo interessante e conseguiu manter presa minha atenção, principalmente na batalha final, em que as cenas foram descritas de forma magnífica e que passaram em minha mente como um filme.

Adorei CÍRCULO e espero que a INTRÍNSECA não demore a trazer a continuação. Recomendo muito!

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. Olá, gostaria de apresentar a minha lojinha. Ela ainda está no começo, se puderes conhecer: http://www.elo7.com.br/thecuriousmoon

    Muito Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Estava com bastante duvida, mas como sempre você me deixou curiosa. Espero poder ler.

    Abraço!
    http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Fiquei interessa pela leitura. Apesar de ser uma série pelo visto o enredo central tem inicio, meio e fim. O que deixa até mais curiosa para saber o que vai ser no próximo volume.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir

* Deixe seu comentário e me faça feliz :D
* Se você tem um blog, não esqueça de deixar o link.